Mateus Müller

O carinha do Linux

28 Aug 2018

Distribuição Linux da Intel? Conheça o Clear Linux projetado para o hardware Intel!

Nesse novo mundo Linux com foco em Cloud Computing & DevOps, cada vez mais distribuições são projetadas para atender às novas necessidades do mercado, e a Intel também entrou nessa. Eles desenvolveram uma distribuição chamada Clear Linux com foco em Cloud. Falaremos ao longo deste post qual foi a ideia diferente apresentada, para que você conheça o Clear Linux projetado para o hardware Intel.

Alguns observações para se fazer:

  • O foco do Clear Linux é em performance e consumo;
  • Estou rodando em uma VM e está consumindo apenas 40mb;
  • Suporta containers chamados de Clear Containers;
  • Os Clear Containers não serão mais suportados, e serão trocados pelos Kata Containers;
  • Esses containers trazem a vantagem do container somado a vantagem da VM (WTF? 😮 Explicarei isso mais pra frente);
  • O gerenciamento de pacotes é feito por meio de bundles para não pesar na instalação;

Se quiseres saber mais sobre esse novo método de deploy de Containers, recomendo que veja os vídeos abaixo:

Bora dar uma olhada nessa distro? 🙂

Como instalar o Clear Linux em uma VM?

Clique aqui para acessar os Downloads do Clear Linux e procure pelo arquivo que termina com a extensão .iso.xz e realize o download:

Distribuição Linux da Intel? Conheça o Clear Linux projetado para o hardware Intel!
Distribuição Linux da Intel? Conheça o Clear Linux projetado para o hardware Intel!

Prepare a sua VM com suporte para UEFI:

Distribuição Linux da Intel? Conheça o Clear Linux projetado para o hardware Intel!
Distribuição Linux da Intel? Conheça o Clear Linux projetado para o hardware Intel!

Quanto ao hardware dedicado a ela, não precisa ser muito, a não ser que você irá instalar uma interface gráfica. Eu coloquei 1G de memória RAM e 20GB de disco, que é o padrão que utilizo.

Depois disso, só bootar pela imagem. Avance até a parte do teclado. Eu selecionei o teclado pt, visto que não tem o pt-BR. Mas ai vai de você, podes usar o en-US também.

A próxima tela será a configuração de rede, visto que ele busca alguns pacotes na Internet (como o netinst de outras distribuições). Talvez você se depare com a seguinte mensagem:

Distribuição Linux da Intel? Conheça o Clear Linux projetado para o hardware Intel!
Distribuição Linux da Intel? Conheça o Clear Linux projetado para o hardware Intel!

Isso é porque não deu “tempo” do Clear Linux sincronizar com a rede, basta descer o cursor e selecionar a opção Refresh. Depois, clique em Next.

Selecione a opção de Install. Você pode selecionar ou não a opção de Telemetry para enviar dados do seu Clear Linux diretamente para a Intel, assim eles conseguem identificar bugs mais facilmente. Eu selecionei não.

Depois, temos que selecionar a instalação automática ou manual. Selecione a manual para aprender! :). Se quiseres particionar manualmente, selecione Manually configure mounts and partitions. Eu, selecionei Use default partition and mount scheme on target device. No próximo Partition /dev/sda.

Confirme e selecione Next. O nome do host pode ser o que você quiser, eu deixei o default clr. A parte do usuário clique em Create an administrative user. Preencha conforme o seu padrão de usuário:

Distribuição Linux da Intel? Conheça o Clear Linux projetado para o hardware Intel!
Distribuição Linux da Intel? Conheça o Clear Linux projetado para o hardware Intel!

Não esqueça de marcar a caixinha Add user to sudoers. Desta forma, você pode usar o comando sudo para tomar ações.

Quanto os programas que você quer por padrão vai de você. Eu deixei apenas o network-basic para ter acesso a Internet e o openssh-server para acessar do meu terminal.

Obs.: Note que aqui já estamos utilizando os bundles do sistema. Cada pacote listado contém diversos programas. Veja aqui cada um deles e seu conteúdo.

Por exemplo, o pacote “editors” trás o vim, nano, emacs e outros.

Após a seleção dos pacotes, use a configuração DHCP clicando em Use DHCP.

Confirme o início da instalação e tudo pronto:

Distribuição Linux da Intel? Conheça o Clear Linux projetado para o hardware Intel!
Distribuição Linux da Intel? Conheça o Clear Linux projetado para o hardware Intel!

Observações sobre o Clear Linux

Como já citei, o Clear Linux vem “cruzão” e se quiseres algo a mais, deves instalar os bundles. Por exemplo, para ter os compiladores como gcc, make, cmake, etc:

$ sudo swupd bundle-add c-basic

Para adicionar uma interface gráfica:

$ sudo swupd bundle-add desktop
$ sudo systemctl start gdm
$ sudo systemctl enable gdm_ **\# Vai fazer com que o sistema sempre inicie a interface gráfica**

Voltando para o assunto dos Containers, caso você não tenha entendido durante os vídeos…

  * **Container:** Você pode rodar uma aplicação em _sandbox_, totalmente isolada e compartilhando o mesmo Kernel, fazendo ela ser muito mais leve e de fácil gerenciamento. Os desenvolvedores amam Containers! Se quiser saber mais sobre isso, pesquise sobre Docker.
  * **Máquina Virtual:** Cada VM tem um Kernel diferente, consome muito mais recursos do equipamento. Enquanto posso ter 30 Containers, eu teria 5 VMs (só um exemplo).
  * **Clear Container:** A ideia genial da Intel foi de juntar as vantagens de ambos os lados. Então, eles construíam um Kernel totalmente reduzido com somente o básico e virtualizam ele usando a tecnologia Intel VT-x. Isso faz com que cada Container tenha um pequeno Kernel isolado, não dando mais aquela brecha de segurança de compartilhar o mesmo Kernel entre eles. Genial!

Os Containers do Clear Linux podem ser integrados aos Containers Docker, veja **<a href="https://software.intel.com/en-us/articles/intel-clear-containers-2-using-clear-containers-with-docker" target="_blank" rel="noopener">neste</a>** artigo como fazer.

Veja também o **<a href="https://clearlinux.org/blogs" target="_blank" rel="noopener">blog</a>** do Clear Linux onde sempre tem notícias e novidades.

Complementando, com essa facilidade de instalar os _bundles_, você pode moldar este sistema para atender sua necessidade, seja criar um servidor _Cloud_, _IOT,_ etc. Por exemplo, **<a href="https://clearlinux.org/documentation/clear-linux/tutorials/web-server-install" target="_blank" rel="noopener">aqui</a>** você pode ver como criar uma _stack_ de LAMP.

Espero que este artigo tenha te ajudado a entender um pouco mais sobre essa distribuição e seus propósitos.



## Veja também:




Se tiver alguma dúvida ou sugestão de conteúdo, por favor, comente!

<div class="optinengine_after_post">
</div>
Comentários Disqus